Neste domingo (4), JHC deu mais um passo importante na sua campanha para Prefeitura de Maceió. Foi inaugurada a Esquina da Verdade, seu comitê oficial, localizado na Jatiúca. Centenas de apoiadores passaram pelo local, parlamentares e candidatos a vereador da coligação também estiveram presentes, além do vice na chapa, Ronaldo Lessa. O evento foi transmitido online e assistido por 7 mil pessoas nas redes sociais.

No discurso de abertura, JHC destacou sua trajetória e coragem para enfrentar os problemas. “Nossa campanha determina como será o mandato, ouvindo o povo, com participação da população. Estamos lutando contra três máquinas de corrupção, a Prefeitura, o Estado e a Assembleia Legislativa. Nosso desafio não é maior que nossa vontade de mudar”, enfatizou o futuro prefeito.

O senador Rodrigo Cunha (PSDB), os deputados estaduais Davi Maia (DEM) e Cabo Bebeto (PTC) estiveram presentes mostrando total apoio à candidatura de JHC. A estrutura do comitê também foi pensada para fortalecer duas missões da campanha, a transparência, já que a frente é toda em vidro, e o maior contato com os cidadãos.

O senador Rodrigo Cunha reforçou o caráter independente da composição da chapa e dos apoios. “Não estamos falando de uma eleição para prefeito, mas de política alagoana. Se tirar essa chapa, não sobra nenhuma opção de voto. Esse grupo não representa políticos, representa a população, a gente ouve o que as pessoas têm a dizer, quem nos acompanha sabe disso”, destacou o parlamentar.

O espaço será destinado a distribuição de kits da campanha, como os adesivos pequenos e para carros, também é um local criado com o objetivo de manter ouvidos abertos para as demandas dos maceioenses. Nesse ponto, ficará aberto durante toda a eleição, estreitando os laços e mobilizando esforços para fazer uma política cada vez mais inclusiva e aberta ao diálogo.

“Nós não temos um plano de poder, temos um plano de governo, vamos executar ações, fazer a mudança que Maceió precisa. Quando fui 3º secretário da Câmara dos Deputados, cortamos contratos, ajustamos as finanças. Era um orçamento duas vezes maior que o da capital alagoana e conseguimos devolver R$ 700 milhões. É assim que quero fazer minha gestão, responsável e eficiente”, concluiu JHC.