Voz de Alagoas - A Voz Que Você Confia

MENU
Logo
Segunda, 23 de novembro de 2020
Publicidade
Publicidade

Política

Luciano diz que retardam envio de ação para evitar sua vitória no TSE

Candidato denuncia que oposição tem utilizado de influência política em tribunais para atingir sua candidatura

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O candidato a prefeito de Arapiraca Luciano Barbosa denunciou, durante discurso em uma praça de Arapiraca, nesta terça-feira (10), que, diante dos resultados de todas as pesquisas, a oposição tem utilizado de influência política nos tribunais para atingir sua candidatura e tem retardado a chegada das ações do candidato ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pois, segundo ele, ao chegar à última instância, seu nome estará assegurado nas urnas. 

Em nota encaminhada à imprensa, Luciano afirmou ainda que a ação para a retirada de seu nome das urnas é um atentado à democracia e uma injustiça contra o povo e destacou ainda que irá até a última instância para ter o direito de ser candidato respeitado. 

 

Segundo nota, durante discurso, ao lado da candidata a vice na chapa, Rute Nezinho e de candidatos a vereador pela coligação "Para Arapiraca Voltar a Crescer", Luciano Barbosa disse que estava de volta a mesma praça onde, na juventude, subiu nos bancos para defender a democracia e os direitos de cidadãos serem livres e decidirem o seu próprio destino.

"Hoje, depois de tantos anos, nunca imaginei que voltaria aqui para novamente defender esses mesmos princípios. Pensei que o autoritarismo e o coronelismo fossem coisa do século passado. Sou o único candidato sub judice que querem tirar o nome das ruas porque sabem que vencerei a disputa. Outros que estão na mesma condição que eu podem e porque comigo é diferente?", indagou.

Luciano Barbosa lembrou que todas as pesquisas apontam que ele está à frente para vencer a eleição. "Basta ficar nas praças, nas ruas e perguntar às pessoas para terem a certeza de que serei eleito para o terceiro mandado e refazer o que foi feito e destruído. O que estão fazendo é um atentado contra a democracia, a Constituição e às leis do país. Estão retardando a subida da nossa ação ao TSE porque se chegar lá vamos ter o nome assegurado nas urnas. Arapiraca tem o direito de escolher o seu candidato a prefeito e por isso vou até o fim", acrescentou o documento enviado a imprensa.

De acordo com a nota, Luciano afirmou ainda que " aqueles estão fazendo algo errado vão melar as mãos e a consciência". Para ele, o povo de Arapiraca tem o direito de escolher o seu prefeito. "Tudo seria mais simples caso o resultado fosse outro e eu perdesse nas urnas, se essa fosse a vontade do povo, mas Arapiraca não se dobra e reafirma a defesa da democracia e vai lutar por ela", completou.

"Eu tenho o direito de estar na urna. O que estão fazendo é um atentado à democracia", afirmou Luciano Barbosa. Durante a manifestação, os eleitores pediram respeito à democracia e Barbosa afirmou que irá até a última instância para ter o direito de ser candidato.

 

De acordo com a assessoria, em meio a uma multidão que o ouvia, Luciano disse que tem o direito de estar nas urnas e que o quer fora delas estão agindo de maneira errada. "Quero dizer a Alagoas e ao Brasil que sou o único candidato sub judice que querem tirar a fotografia das urnas porque sabem que se eu estiver lá serei eleito", falou.

"Por querem que eu não dispute a eleição? O que está havendo que não querem deixar que eu seja candidato?", questionou. Barbosa colocou que esse tipo de ação é uma "injustiça". "O que estão fazendo é um atentado à democracia, contra as leis do país. Tenho absoluta convicção que uma postura dessa não se mantém no TSE", disse.

"Eu tenho direito de estar nas urnas e Arapiraca o direito de escolher quem quer pra ser prefeito. Essa injustiça que possa ser cometida é contra o povo. E por isso eu vou até o fim", destacou.

"Aqueles que sabem que estão fazendo algo de errado vão ter que melar as mãos com corrupção", completou. 

Luciano Barbosa, segundo a assessoria, disse que respeitaria a decisão de perder a eleição nas urnas, mas que Arapiraca não iria se envergar a uma injustiça.

CAMPANHA DE LUCIANO BARBOSA

Desde o início da campanha eleitoral, a candidatura de Luciano Barbosa vem sendo atacada pelo diretório estadual do MDB e sofrido diversas tentativas de intervenções de Renan Filho. 

No início, a convenção realizada por Luciano foi revogada e a ata apresentada pelo Diretório Municipal foi cancelada. Além disso, o MDB pediu a impugnação da candidatura de Luciano, afirmando que MDB fez convenção em 16 de setembro, na qual ficou decidido que o partido não teria candidatos em Arapiraca. 

Em outra ação, o MDB oficializou a expulsão de Luciano Barbosa do partido e impediu que a coligação usasse o tempo de rádio, além de que determinou a retirada de toda propaganda existente na rua.

O último ataque ao candidato foi registrado nessa segunda-feira, com a decisão do colegiado do TRE para a retirada do nome do vice-governador das urnas em Arapiraca. 

*Com informações da assessoria

Fonte/Créditos: GazetaWeb

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )